Resultado mais fraco da Acer mostra risco de netbooks baratos

quinta-feira, 27 de agosto de 2009 12:10 BRT
 

Por Kelvin Soh

TAIPEI (Reuters) - Enquanto os fabricantes mundiais de computadores lutam pelo mercado dos laptops pequenos e baratos, os resultados trimestrais da Acer demonstram que nem todas as notícias são boas nesse robusto segmento.

A Acer, terceira maior fabricante mundial de computadores pessoais, reportou resultados trimestrais mais fracos ainda que tenha vendido mais laptops, o que sublinha o efeito negativo dos netbooks de baixo custo sobre seus produtos mais caros.

Os números também servem como lembrete de que a concentração no mercado ao consumidor que a Acer vem mantendo é uma decisão arriscada, ainda que ela esteja se saindo melhor que rivais como Dell e Lenovo, que estão sofrendo perdas maiores devido à dependência da demanda empresarial.

A Acer comanda o mercado no segmento de netbooks --um dos pontos mais fortes em meio à fraqueza deste ano no setor de tecnologia--, e o grupo de pesquisa IDC projeta que os embarques da empresa vão crescer cerca de 127 por cento neste ano, em um mercado de computadores que não deve mostrar crescimento.

"A realidade é que os preços estão caindo, e uma grande causa para a queda são os netbooks," disse Edward Yen, analista do UBS. "Parece-me que eles estão vendendo muitos computadores, mas apenas os mais baratos."

A Acer não ofereceu projeções como parte do comunicado divulgado depois do fechamento dos pregões, mas havia anunciado anteriormente que antecipa que os embarques do segundo semestre sejam 40 por cento superiores aos do primeiro.

Criados pela rival taiuanesa Asustek, em 2007, os netbooks conquistaram fenomenal sucesso desde então. Mas a concorrência está esquentando à medida que mais empresas, entre as quais a gigante dos celulares Nokia, ingressam no segmento.

O lucro líquido da Acer caiu a 2,3 bilhões de dólares de Taiwan (70 milhões de dólares) entre abril e junho, ante 2,9 bilhões de dólares taiuaneses um ano atrás, em parte como resultado do clima econômico desfavorável e do lucro mais baixo associado aos netbooks de baixo preço.

 
<p>A Acer, terceira maior fabricante mundial de computadores pessoais, divulgou resultados trimestrais mais fracos ainda que tenha vendido mais laptops, o que sublinha o efeito negativo dos netbooks de baixo custo sobre seus produtos mais caros.</p>