Reformas nas tarifas da UE atingem investimentos, diz Telefónica

segunda-feira, 31 de agosto de 2009 13:33 BRT
 

SANTANDER (Reuters) - Cortes nas tarifas de celulares introduzidos por reguladores da União Europeia (UE) deixarão um vazio multibilionário de euros na verba de investimentos do setor de telecomunicações, afirmou o vice-presidente de operações da Telefónica,Julio Linares, nesta segunda-feira.

Em 1o de julho, a UE implementou uma série de reduções nas tarifas de roaming de celulares para realização de chamadas, envio de mensagens de texto e leitura de emails.

Bruxelas também deseja forçar um drástico corte nas cobranças de interconexão para chamadas de celulares.

"Essas duas medidas sozinhas reduzirão os investimentos em 6 bilhões de euros (8,57 bilhões de dólares)", afirmou Linares durante conferência de telecomunicações na cidade de Santander, no norte da Espanha.

Com relação às receitas, os cortes nas tarifas de roaming terão um impacto de 6 bilhões de euros e as operadoras europeias perderão mais 34 bilhões de euros com o declínio nas taxas de interconexão, segundo ele.

O impacto das mudanças nas tarifas de interconexão será parcialmente compensado pelo fato de que as operadoras pagarão menos para acessar as redes rivais.