Novo chefe a Nokia Siemens vê consolidação em telecom à frente

terça-feira, 1 de setembro de 2009 14:20 BRT
 

BERLIM, 1o de setembro (Reuters) - O futuro presidente-executivo da Nokia Siemens Networks , segunda maior fabricantes de equipamentos para telecomunicações, afirmou nesta terça-feira que o setor está pronto para encarar mais consolidação.

"Há espaço para três", disse Rajeev Suri à Reuters em uma entrevista, acrescentando que a Nokia Siemens planeja ser uma das empresas remanescentes da atual safra de cinco ou seis companhias de equipamentos de telecomunicações com aspirações globais.

O mercado tem demonstrado competitividade implacável para novos negócios durante os últimos anos, conduzida por fornecedores asiáticos, e o cenário futuro permanece difícil.

O mercado é liderado pela sueca Ericsson, com as chinesas Huawei e ZTE ganhando participação de mercado às custas da Nokia Siemens e da Alcatel-Lucent.

As ações da Alcatel-Lucent saltaram cerca de 20 por cento na semana passada em meio a expectativas de consolidação iminente no setor.

Suri, 41 anos, assumirá o comando da NSN em 1o de outubro. O ex-presidente-executivo da companhia, Simon Beresford-Wylie, deixará o cargo em novembro.

A Nokia e a Siemens combinaram suas operações de equipamentos de rede em 2007 e Suri afirmou que a integração foi concluída e que a empresa se concentrará na execução da atual estratégia sob a nova direção.