September 1, 2009 / 6:17 PM / in 8 years

Feira de tecnologia IFA pode mostrar sinais de recuperação

3 Min, DE LEITURA

Por Nicola Leske

FRANKFURT (Reuters) - A feira alemã de tecnologia IFA talvez não ofereça o brilho e o glamour de outros eventos do setor no mundo, mas atrairá mais atenção que o costume este ano, porque o mercado estará de olho em Berlim em busca de sinais de recuperação.

"Os negócios na Alemanha vão melhor do que achávamos que estariam no começo do ano", disse Hans-Joachim Kamp, presidente da GFU, organizadora da IFA.

Em janeiro, as estimativas setoriais apontavam para queda de quatro por cento nas vendas de bens de consumo eletrônicos na Alemanha, a maior economia da Europa. "Não se fala mais disso", disse Kamp.

A IFA, que abre as portas ao público na sexta-feira e vai até 9 de setembro, concorre com a maior feira mundial de eletrônica, a Consumer Electronics Show (CES), realizada em janeiro em Las Vegas, nos Estados Unidos.

Ao contrário da CES, que informou que o número de fabricantes e grupos de varejo participantes caiu este ano, a IFA tem todas as suas vagas de exposição tomadas.

"Aguardamos mais de 1,2 mil expositores, de cerca de 60 países, número igual ao de 2008", disse um porta-voz do evento.

Na IFA, as empresas colocam em destaque novos produtos e em geral oferecem indícios quanto às encomendas recebidas e expectativas quanto à importante temporada de festas de fim de ano, enquanto os grupos de varejo negociam contratos para os meses vindouros.

Entre as empresas que exporão na feira estão os grupos de eletrônica LG, Samsung, Sharp e Sony, bem como a fabricante de sistemas de navegação TomTom, o grupo holandês Philips e a Acer.

Algumas empresas que ficaram de fora de edições recentes da IFA, como o grupo de telefonia móvel britânico Vodafone, a japonesa Pioneer e a fabricante de fones de ouvido Sennheiser, estão de volta.

As maiores tendências do ano devem ser a eficiência energética, qualidade de imagem e design, bem como a conectividade entre TV e Internet, de acordo com o grupo alemão de pesquisa de mercado GfK.

O chamado "efeito casulo" (em que os consumidores ficam em casa em lugar de saírem para se divertirem) deve se intensificar este ano na Europa, e a IPTV (TV via Web) continuará a impulsionar o mercado de televisores, afirmou a GfK.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below