UE abre investigação detalhada de acordo entre Oracle e Sun

quinta-feira, 3 de setembro de 2009 20:48 BRT
 

Por Foo Yun Chee

BRUXELAS (Reuters) - Agências reguladoras antitruste da União Europeia abriram um inquérito nesta quinta-feira para investigar a fundo a aquisição da Sun Microsystems pela Oracle, em operação de 7 bilhões de dólares, devido a preocupações de que o acordo possa ameaçar a concorrência no mercado de bases de dados.

O atraso pode afetar a Sun, quarta maior fabricante de servidores de computador do mundo, ao dar aos seus concorrentes mais tempo para ganhar consumidores antes da Sun ser incorporada à Oracle, terceira maior fabricante de softwares do mundo, e assim poder tirar vantagem dos recursos de vendas da empresa-mãe, afirmam analistas.

A Sun informou, na semana passada, um prejuízo de 147 milhões de dólares no último trimestre, e sua receita também despencou.

Suas concorrentes, Hewlett-Packard e IBM já vem oferecendo descontos, além de outros incentivos para ganhar os consumidores da Sun desde que a Oracle concordou em comprar a fabricante do software Java em abril deste ano.

As ações da Sun registraram queda de 1,8 por cento, enquanto as da Oracle recuaram 1 por cento nesta quinta-feira.

"A Comissão (Europeia) tem a obrigação de assegurar que os consumidores não enfrentem uma situação de escolha reduzida ou de preços mais altos como resultado da aquisição", disse a comissária de concorrência do órgão, Neelie Kroess, em comunicado.

Juristas e analistas que acompanham a análise afirmam esperar que os reguladores europeus irão aprovar a aquisição no final das contas, removendo assim o último obstáculo para a conclusão do acordo.

Mas também dizem que a Oracle precisará, talvez, fazer concessões, incluindo se desfazer dos negócios com o software MySQL, da Sun, e que é incerto quanto irá demorar para sair a aprovação europeia.

É improvável que o processo vá além de 19 de janeiro, prazo determinado pela Comissão. Isso poderia atrasar o cronograma original da Oracle para fechar o acordo por vários meses.

(Reportagem de Foo Yun Chee)