Preço por GVT é "razoável", diz presidente da Vivendi

quarta-feira, 9 de setembro de 2009 08:11 BRT
 

PARIS (Reuters) - A oferta da Vivendi pela operadora brasileira GVT, de 5,4 bilhões de reais, tem um preço razoável, afirmou o presidente do grupo francês de mídia e telecomunicações nesta quarta-feira.

"O acordo vai nos permitir entrar em um país promissor a um preço muito razoável", afirmou Jean-Bernard Levy, à Reuters.

Ele afirmou ainda que o acordo para levar a operadora brasileira não vai mudar a política do grupo de dividendos ou colocar em risco o rating de crédito BBB. "Não faremos nenhum investimento no Brasil ou em outra parte que coloque esses fatores em risco", afirmou ele.

A Vivendi revelou no final da terça-feira uma oferta amigável pela GVT, mas Levy evitou dar mais detalhes financeiros sobre a operação.

As ações da Vivendi operavam em queda de 2,35 por cento às 8h (horário de Brasília), enquanto a bolsa de Paris exibia valorização de 0,2 por cento.