Google atualiza browser e busca aumentar participação no mercado

terça-feira, 15 de setembro de 2009 17:09 BRT
 

Por Alexei Oreskovic

SAN FRANCISCO (Reuters) - O Google lançou uma nova versão de seu navegador de Internet, Chrome, e informou que uma versão do browser para Mac, para usuários comuns, estará disponível daqui alguns meses, com a empresa buscando dobrar a participação do Chrome no mercado.

Após um ano desde a entrada do Google no mercado de navegadores, setor dominado pela Microsoft, o gigante de buscas ainda se encontra em quarto lugar, com uma participação de mercado de cerca de 2,8 por cento.

Para o Google, o Chrome é mais do que só um browser e faz parte de uma estratégia maior para criar um novo tipo de sistema operacional com base na Web , que poderá um dia desafiar o controle da Microsoft sobre o mercado de softwares.

A empresa de Internet está preparando toda uma série de atualizações, além de estar buscando novas parcerias de distribuição que, conforme espera, darão ao Chrome um papel mais importante no mercado.

"Se, no aniversário de dois anos (do Chrome), não tivermos pelo menos 5 por cento (de participação no mercado), estarei extremamente decepcionado. E, se no aniversário de três anos, não chegarmos aos 10 por cento, estarei extremamente decepcionado", disse o diretor de desenvolvimento do Chrome, Linus Upson.

Ele apontou que os objetivos internos da empresa são ainda mais agressivos que este de dobrar a fatia do mercado a cada ano.

Uma antecipada versão do Chrome para Mac, que está atualmente disponível apenas para testes, será lançada até o fim do ano, disse recentemente o vice-presidente de gerenciamento de produto do Google, Sundar Pichai, durante a mesma entrevista concedida à Reuters na sede do Google em Mountain View, no estado norte-americano da Califórnia.

A versão 3.0 do Chrome para PCs, lançada nesta terça-feira, vem com várias melhoras na interface do navegador, incluindo um desempenho mais veloz e "temas" para que usuários possam personalizar a aparência do browser.

(Reportagem de Alexei Oreskovic)