Canadá diz que não irá investigar acordo entre Nortel e Ericsson

quarta-feira, 16 de setembro de 2009 18:22 BRT
 

TORONTO (Reuters) - O Canadá decidiu não abrir um processo de revisão do acordo de venda de 1,13 bilhão de dólares da falida Nortel Networks à sueca Ericsson, disse o ministro da Indústria, Tony Clement ,nesta quarta-feira.

"Estou satisfeito com o fato de que os ativos vendidos ficaram abaixo do limite que exigiria um inquérito sob a lei de investimentos canadense", disse Clement, durante coletiva em Toronto.

"Com base em todas as informações apresentadas a mim e ao governo, não há razão para crer que a transação possa ser prejudicial à segurança nacional do Canadá".

A fabricante do BlackBerry, Research In Motion, se manifestou contra a operação, anunciada em julho deste ano. A empresa tem interesse nos ativos sem fio de última geração LTE --ou evolução a longo prazo, em inglês--, que foram licenciados como parte do acordo com a Ericsson.

(Reportagem de Wojtek Dabrowski e Jeffrey Hodgson)