Microsoft abre processos contra "malvertisers"

sexta-feira, 18 de setembro de 2009 12:00 BRT
 

18 de setembro (Reuters) - A Microsoft abriu cinco processos civis nos Estados Unidos contra empresas e indivíduos promotores do chamado "malvertising".

O termo é usado para descrever propaganda online prejudicial que funciona por meio de códigos de programação maliciosos camuflados de anúncios inofensivos, afirmou o advogado-geral da Microsoft, Tim Cranton.

"Os processos alegam que indivíduos usando nomes de empresas como 'Soft Solutions, 'Direct Ad', 'qiweroqw.com', ITmeter Inc' e 'ote2008.info' usaram malvertising para distribuir software prejudicial (...) para internautas", disse Cranton.

Ele acrescentou que os nomes dos indivíduos específicos por trás das atividades não são conhecidos e os processos foram abertos para ajudar a descobrir os responsáveis.