Fundadores do Skype abrem novo processo, contra Index Ventures

sexta-feira, 18 de setembro de 2009 16:02 BRT
 

NOVA YORK (Reuters) - Os fundadores do Skype entraram na justiça com novo processo nesta sexta-feira, desta vez contra a Index Ventures e um de seus sócios, Michelangelo Volpi, acusando-o de espionagem industrial para promover a venda do serviço de telefonia online atualmente controlado pelo eBay.

A ação segue outro processo aberto por Niklas Zennstrom e Janus Friisled, através de outra empresa, a Joltid, sobre a venda de 65 por cento do Skype pelo eBay a um consórcio que inclui as empresas Index Ventures e Silver Lake por 1,9 bilhão de dólares.

A Joltid entrou com a ação contra o eBay e o consórcio de investidores no começo da semana, alegando que o Skype havia usado tecnologia sua sem autorização. Joltid e Skype também disputam na justiça britânica direitos de software.

Não foi possível contatar Volpi, que é ex-presidente da empresa de televisão online Joost, também fundada por Zennstrom e Friis. Já a Index Ventures se recusou a comentar o caso.

Joost e Joltid afirmaram no processo mais recente que Volpi havia praticado espionagem industrial ao ir para a Index Ventures, e ajudou a orquestrar sua oferta de compra do Skype.

O documento da ação diz que Volpi teve acesso a segredos industriais que incluem a tecnologia peer-to-peer, que teria usado indevidamente para promover a venda do Skype.

"Volpi violou, por malícia e vontade própria, suas responsabilidades fiduciárias", afirmaram as empresas autoras da ação.

(Reportagem de Ritsuko Ando)