Intel espera vendas de PCs estáveis ou com leve alta nos EUA

terça-feira, 22 de setembro de 2009 17:36 BRT
 

SAN FRANCISCO (Reuters) - A Intel espera que as vendas de computadores pessoais nos Estados Unidos neste ano "provavelmente" serão as mesmas de 2008, pelo menos, o que reforça crescentes expectativas de que os gastos do consumidor norte-americano estejam apresentando uma leve recuperação no retraído setor.

O presidente-executivo da Intel, Paul Otellini, afirmou nesta terça-feira que a indústria de PCs continua "bem viva" em meio à pior recessão dos EUA em 70 anos.

Mas, com as expectativas de analistas de que a maior parte do crescimento da Intel no futuro venha de outros setores, Otellini ressaltou que o desenvolvimento de software e de chips embutidos em outros dispositivos será crucial para o sucesso da companhia.

A Intel planeja hospedar uma plataforma de desenvolvimento de aplicativos de software para seu microprocessador Atom, que permitirá que programadores criem softwares que funcionem em diversos aparelhos e sistemas operacionais diferentes.

Otellini disse ainda que as taiuanesas Acer e Asus, além da fabricante norte-americana de PCs Dell, irão apoiar a plataforma.

Otellini também falou de eletrônicos embutidos: chips em sistemas de comunicação e de áudio em automóveis, por exemplo, que podem ser sincronizados com computadores e smartphones.

A Intel afirmou que o mercado representa uma oportunidade de 15 bilhões de dólares. O presidente-executivo da Intel disse nesta terça-feira que as montadoras BMW e Daimler já usarão uma versão do chip Atom para dispositivos em veículos a partir de 2012.

(Reportagem de Clare Baldwin)