Taiwan permitirá que fabricante de chips compre rivais chinesas

terça-feira, 29 de setembro de 2009 09:36 BRT
 

Por Argin Chang

TAIPÉ, 29 de setembro (Reuters) - Taiwan permitirá que fabricantes de chips terceirizadas e companhias fabricantes de painéis para telas planas comprem rivais na China, medida que analistas dizem que ajudará a consolidar a liderança da TSMC e da UMC no segmento de semicondutores, afirmou uma autoridade do governo nesta terça-feira.

Taiwan e China forjaram laços comerciais desde que o presidente da ilha, Ma Ying-jeou, assumiu o cargo em maio de 2008. Os governos assinaram acordos para expandir os setores de turismo e transportes.

Um memorando de entendimento para autorizar maior investimento na indústria de serviços financeiros também é previsto em breve.

Companhias taiuanesas, incluindo AU Optronics, TSMC e UMC, pediram ao governo autorização para investirem na China ou usarem mais tecnologias avançadas para ajudar a reduzir despesas e competir com concorrentes globais, como as da Coreia do Sul.

A autoridade confirmou uma notícia publicada no Economic Daily que cita o ministro da Economia, Shih Yen-shiang, dizendo que as fabricantes de painéis e chips que utilizam tecnologia avançada poderão investir diretamente na China e adquirir participações em rivais chinesas.

"Esta é a direção que estamos seguindo, mas ainda não temos um prazo de tempo", afirmou Huang Hsien-lin, chefe de uma seção do Ministério, à Reuters por telefone.

"O tempo é a coisa mais crucial. Nós temos que manter a liderança de Taiwan nas tecnologias."

A iniciativa do governo foi bem recebida por investidores e analistas.   Continuação...