Naspers compra 91% do site BuscaPé por US$342 milhões

terça-feira, 29 de setembro de 2009 12:44 BRT
 

JOHANESBURGO (Reuters) - O maior grupo de mídia da África, Naspers, anunciou nesta terça-feira que comprou 91 por cento do site brasileiro de comparações de preços BuscaPé por 342 milhões de dólares, como parte de estratégia para expandir-se em mercados emergentes.

A Naspers, que detém participações em companhias na China, na Rússia e na Europa, além do Brasil, informou que a aquisição será financiada com recursos próprios disponíveis.

"Depois de investimentos na (editora) Abril e na Compera nTime, a Naspers desenvolveu um bom entendimento do mercado brasileiro que atravessa rápido crescimento. O BuscaPé é um dos poucos nomes estabelecidos na indústria e que pode crescer mais", afirmou o presidente-executivo das operações latino-americanas da Naspers, Hein Brand.

O BuscaPé foi fundado em pelos estudantes Romero Rodrigues, Rodrigo Borges, Ronaldo Takahashi e Mario Letelier, em 1999.

O site recebe atualmente mais de 60 milhões de visitas por mês e está presente em toda a América Latina, com expectativa de encerrar 2009 com informações de 600 mil lojas. No início da operação, o site contava com 35 lojas cadastradas.

O BuscaPé ainda possui uma operação de pesquisa do mercado de comércio eletrônico, e-bit, e um serviço de avaliação de risco de fraudes, FControl.

Antes da aquisição do BuscaPé, a Naspers comprou 30 por cento da editora Abril em maio de 2006 por 422 milhões de dólares.

Em agosto do ano passado, a companhia sul-africana fundada em 1915 já havia informado que buscava mais ativos no Brasil, de olho no crescimento do país nos próximos anos.

A compra ocorre em um momento de forte expansão do comércio eletrônico no país. A expectativa de crescimento das vendas online no país em 2009 é de 30 por cento sobre 2008, para 10,6 bilhões de reais, segundo a e-bit. No primeiro semestre, período em que a crise internacional incidiu sobre vários setores da economia, as vendas pela Web cresceram 27 por cento, para 4,8 bilhões de reais.

(Por Gugulakhe Lourie, com reportagem adicional de Alberto Alerigi Jr. em São Paulo)