Celular está entre maiores causas de acidentes nos EUA

quarta-feira, 30 de setembro de 2009 11:22 BRT
 

WASHINGTON (Reuters) - Mais de 5.800 pessoas morreram e 515 mil ficaram feridas em 2008 em acidentes de trânsito nos Estados Unidos vinculados à direção distraída, segundo dados divulgados nesta quarta-feira.

Os números, retirados de relatórios policiais, foram divulgados no início de uma conferência do governo sobre uso de celular e outras distrações ao volante conduzida pelo secretário dos Transportes, Ray LaHood.

Os dados são significativos mas podem não mostrar todo o problema uma vez que identificar distração como causa de acidentes, especialmente em acidentes fatais, é difícil, afirmaram autoridades do departamento dos Transportes e especialistas em segurança.

Entre as principais causas de acidentes no trânsito por distração nos EUA estão uso de celular para falar e enviar mensagens, comer, conversar com passageiros e manipular o rádio ou outros controles do veículo, apontam especialistas em segurança.

Montadoras de veículos, indústria da telefonia celular, parlamentares e outros grupos apoiam esforços para se proibir o envio de mensagens de texto enquanto se dirige. Por outro lado, impedir o uso do celular tem recebido menos apoio.

Cerca de seis por cento dos motoristas, ou 812 mil pessoas em um dado momento, tinham em 2007 por hábito usar celulares ao volante, enquanto um por cento utilizaram outros aparelhos portáteis para enviar mensagens ou ler.

Cerca de 37 mil pessoas morreram em estradas dos Estados Unidos no ano passado.