Governo dos EUA assina acordo com órgão de domínios de Internet

quarta-feira, 30 de setembro de 2009 17:16 BRT
 

WASHINGTON (Reuters) - O governo norte-americano assinou um acordo com o órgão responsável pela delegação de domínios na Internet, nesta quarta-feira, que prevê uma maior participação internacional no processo de nomeação de endereços de Internet.

O departamento de Comércio dos Estados Unidos disse que fechou um acordo com a Internet Corporation for Assigned Names and Numbers (ICANN) que põe fim a uma série de acordos de curto prazo e dá estabilidade a empresas como Verisign e Go Daddy, que vendem domínios e administram extensões do tipo ".com".

O acordo é assinado meses depois de a União Europeia ter dito que a ICANN deveria se desligar do governo norte-americano e se tornar de fato independente, para permitir uma maior participação global.

"O pedaço do bolo realmente está maior" para uma maior participação de outros governos, disse Larry Strickland, administrador do setor de telecomunicações e informação do departamento de Comércio, que assinou o acordo.

Antes de fechar o negócio, o governo dos EUA queria impor certas condições --em grande parte devido a questões apontadas por parlamentares-- que devem ser acatadas antes que o acordo fosse assinado, incluindo a manutenção do órgão como organização não-lucrativa com sede nos EUA.

A ICANN foi aberta em 1998, operando sob o patrocínio do Departamento do Comércio, algo que gerou dúvidas entre alguns porque a Internet não seria contemplada como parte de uma comunidade global mais ampla. O órgão decide que endereços podem ser acrescentados aos domínios de topo (TLDs, na sigla em inglês), como o .com.

(Reportagem de John Poirier)