Inglaterra pede a Schwarzenegger que feche site de prostituição

quarta-feira, 30 de setembro de 2009 19:03 BRT
 

LONDRES (Reuters) - Uma ministra do governo inglês pediu ao governador da Califórnia, Arnold Schwarzenegger, nesta quarta-feira, para que feche um site norte-americano onde homens podem dar notas para prostitutas, incluindo muitas que trabalham em Londres.

A ministra inglesa da Mulher e da Igualdade, Harriet Harman, afirmou em discurso durante a conferência anual do Partido Trabalhista que o site "Punternet" incentiva a demanda pela prostituição --vício que, segundo ela, deprecia as mulheres e as coloca em risco.

Ela disse ainda que o site constitui uma "evolução muito sinistra" no comércio e exploração da mulher, que permite que visitantes comparem e avaliem seus serviços da mesma forma que o fariam com um restaurante, um hotel, ou uma viagem.

Cafetões colocam as mulheres à venda no site para sexo e clientes comentam, afirmou a ministra.

"O Punternet contém páginas e páginas de mulheres à venda em Londres", disse Harriet, que é vice-líder do Partido Trabalhista, legenda do primeiro ministro Gordon Brown.

Ela afirmou que levou o caso ao embaixador dos Estados Unidos no país e pediu que o governador californiano feche o site, uma vez que sua sede fica no Estado.

"Certamente, não será difícil para 'O Exterminador' exterminar o Punternet, e é isso que estou exigindo que faça", afirmou a ministra.

(Por Stefano Ambrogi)