Minoritários da Telecom Italia apoiam capitalização bilionária

sexta-feira, 2 de outubro de 2009 14:38 BRT
 

MILÃO, 2 de outubro - A Asati, associação que reúne acionistas minoritários da Telecom Italia, informou nesta sexta-feira ser favorável a um aumento de capital de pelo menos 10 bilhões de euros (14,5 bilhões de dólares) para reduzir o endividamento e financiar projetos de expansão da companhia.

A Asati representa apenas 0,45 por cento do capital da Telecom Italia e reúne 2.000 acionistas individuais, incluindo funcionários da companhia, segundo o presidente da associação, Franco Lombardi.

"A única alternativa para a situação atual é um aumento de capital de não menos que 10 bilhões de euros, que permitiria reduzir parcialmente a dívida e aproveitar oportunidades para expansão", afirmou a Asati em comunicado.

A espanhola Telefónica não deveria subscrever ações no aumento de capital e deveria sair da Telco, maior acionista da Telecom Italia, afirmou a associação.

A Telefónica tem 42 por cento da Telco. Fundos nacionais poderiam tomar o lugar da Telefónica formando uma nova holding, a Telco 2, sugeriu a Asati.

O acordo de acionistas da Telco expira em breve e as ações da Telecom Italia têm caído diante das incertezas sobre a posição da Telefónica na holding, segundo um operador.

A Telecom Italia não estava imediatamente disponível para comentar o assunto, mas o plano de negócios da companhia prevê redução da dívida via desinvestimentos.

(Por Nigel Tutt)