Amazon.com lança Kindle globalmente e baixa preços nos EUA

quarta-feira, 7 de outubro de 2009 15:04 BRT
 

Por Alexandria Sage e Kate Holton

CUPERTINO/LONDRES (Reuters) - A Amazon.com irá lançar seu aparelho de leitura móvel Kindle em mais de 100 países, incluindo a China e a maior parte da Europa, intensificando a briga pelo crescente mercado de livros digitais.

A medida, anunciada na terça-feira, dará à maior varejista online do mundo o maior alcance mundial em comparação com seus concorrentes, incluindo sua maior rival, Sony.

O Kindle será vendido a 279 dólares dos Estados Unidos.

No país, por outro lado, a Amazon afirmou que irá baixar o preço do Kindle em 13 por cento, de 299 dólares para 259 dólares, valor mais próximo ao cobrado por suas concorrentes. O novo preço é 100 dólares menor que há um ano.

A Amazon --que considera o Kindle um dos principais motores de seu crescimento-- afirmou que serão disponibilizados mais de 200 mil livros em inglês, de diversas editoras, além de 85 jornais e revistas do mundo inteiro na versão internacional do aparelho. As encomendas pelo dispositivo começarão a ser despachadas a partir do dia 19 de outubro.

"Nosso objetivo com o Kindle é ter todos os livros já publicados (na história), tanto aqueles que ainda estão sendo impressos quanto aqueles esgotados, em todas as línguas, disponíveis em 60 segundos", disse o presidente-executivo da Amazon, Jeff Bezos à Reuters.

"Esse é um objetivo de muitas décadas", afirmou, em visita a escritório do Kindle da cidade de Cupertino, no Vale do Silício.

Analistas têm refletido sobre a probabilidade de a Amazon desenvolver um Kindle como um tablet, tipo de computador portátil, para enviar emails e mensagens de texto e navegar na Internet, como rival para um aparelho parecido que pode estar sendo desenvolvido pela Apple.   Continuação...