Membros da Telco discutem renovar acordo por um ano--fontes

sexta-feira, 9 de outubro de 2009 12:24 BRT
 

Por Stefano Rebaudo

MILÃO (Reuters) - Membros da Telco, holding que controla a Telecom Italia SpA, estão discutindo a renovação de seu acordo de acionistas por um ano a partir de seu vencimento, em abril de 2010, disseram fontes próximas ao assunto.

O atual acordo tem prazo de três anos, com prorrogação por um, e deixa em aberto a possibilidade de revisão, sobretudo diante da desvalorização das ações da companhia de telefonia, informaram as fontes.

"Reduzir o acordo para um ano, frente aos três anos de vigência atualmente, é uma possibilidade", uma das fontes disse.

Em qualquer revisão, a estrutura da Telco deve permanecer inalterada, outra fonte afirmou.

A Telco detém 24,5 por cento da Telecom Italia. A espanhola Telefónica possui outros 42,3 por cento, enquanto a seguradora Assicurazioni Generali SpA tem uma fatia de 28 por cento. O banco de investimentos Mediobanca SpA e o Intesa Sanpaolo SpA possuem 10,6 por cento cada e o fundo Sintonia, da família Benetton, detém 8,4 por cento.

O preço da ação da Telecom Italia caiu quase pela metade desde que a Telefónica adquiriu uma fatia na Telco em 2007 e políticos italianos se mostraram incomodados com a influência da Telefónica na Telecom Italia. Um membro do governo italiano classificou, em setembro, a grande fatia da Telefónica como um "problema significativo".

O presidente do Conselho da Telefónica, Cesar Alierta, disse nesta sexta-feira que está feliz com a participação na Telecom Italia e que a aliança é rentável para as duas companhias.

A Telefónica está explorando 1,3 bilhão de euros (1,92 bilhão de dólares) em sinergias com a operadora de telecomunicações italiana, afirmou. A Telefónica pagou 2,3 bilhões de euros pela participação na Telco.