Google deve explicar bloqueio de chamadas telefônicas nos EUA

sexta-feira, 9 de outubro de 2009 19:43 BRT
 

WASHINGTON (Reuters) - A agência reguladora do setor de telecomunicações dos Estados Unidos pediu ao Google nesta sexta-feira que explique como e por que seu aplicativo de voz gratuito para celulares, Google Voice, bloqueia chamadas mais caras para algumas áreas rurais do país, após parlamentares clamarem por uma investigação do caso.

A Comissão Federal de Telecomunicações (FCC, na sigla em inglês) pediu ao Google que responda até 28 de outubro com informações sobre como ligações do serviço Google Voice são encaminhadas, por que há uma restrição sobre ligações para certos números de telefone e como o Google determina os números.

O Google também deverá identificar quantos usuários do aplicativo existem atualmente nos EUA, de acordo com carta enviada à empresa pela chefe do departamento de concorrência em telecomunicações da FCC, Sharon Gillet.

A empresa de Internet já afirmou que o serviço não oferece conexão convencional de telefone, já que o Google Voice vem de uma ferramenta de um software na Web, e alega que não deve ser regulada da mesma forma que empresas de telefonia.

Na quarta-feira, 20 congressistas norte-americanos solicitaram à FCC uma investigação sobre a suposta capacidade do Google Voice de bloquear ligações.

O aplicativo Google Voice também gerou polêmica com uma disputa entre a empresa e a Apple, já que o serviço não foi disponibilizado para o iPhone.

(Por Julie Vorman)