Acer ultrapassa Dell, e embarques mundiais de PCs crescem

quinta-feira, 15 de outubro de 2009 10:41 BRT
 

Por Gabriel Madway

SAN FRANCISCO (Reuters) - A Acer, de Taiwan, ultrapassou a Dell e se tornou a segunda maior fabricante mundial de computadores no terceiro trimestre, enquanto as vendas mundiais do setor se provaram surpreendentemente fortes, alimentando as esperanças de que a demanda esteja se recuperando.

As vendas mundiais de computadores pessoais cresceram em 2,3 por cento no terceiro trimestre, para 78,1 milhões de unidades, enquanto o setor continuava sua gradual recuperação, com todas as regiões, exceto o Japão, atingindo ou superando as expectativas de vendas, de acordo com o grupo de pesquisa IDC.

A IDC havia previsto uma queda de 2,9 por cento no volume.

Os analistas afirmam que a política de preços agressiva adotada pela Acer e pela maior fabricante mundial de computadores, a Hewlett-Packard, e a boa demanda dos consumidores ajudaram as duas empresas a conquistar mercado, enquanto a Dell, dependente da demanda empresarial, continuou a cair no ranking mundial.

As vendas da HP cresceram em 9,3 por cento, segundo a IDC, e elevaram sua participação no setor a 20,2 por cento. A HP ultrapassou a Dell e passou a liderar o mercado em 2006, e vem ampliando sua participação durante toda a crise.

A Acer se beneficiou da popularidade dos netbooks, laptops baratos e sem luxos cuja função básica é navegar na Web. O grupo manteve sua ascensão meteórica, com alta de 25,6 por cento nas vendas, o que o conduziu ao segundo lugar com fatia de mercado de 14 por cento.

A Acer, fundada nos anos 1980 por Stan Shih, um empresário de Taiwan, começou a operar como fornecedora de componentes eletrônicos e cimentou sua entrada no segmento de computadores ao adquirir a divisão de computadores portáteis da Texas Instrumentos, no final dos anos 90.

Nos últimos anos, a Acer adquiriu as fabricantes de computadores Gateway e Packard-Bell, expandindo dramaticamente sua presença no mercado dos Estados Unidos e reduzindo a distância que a separa da HP e da Dell.