GVT diz que Vivendi tem aval para oferta por empresa

segunda-feira, 19 de outubro de 2009 13:34 BRST
 

SÃO PAULO/PARIS (Reuters) - A GVT informou que o grupo francês Vivendi concluiu "de forma satisfatória a diligência legal", ou análise de ativos, da empresa e que autorizou sua diretoria a "realizar uma oferta para a aquisição de ações" da GVT.

Em fato relevante publicado nesta segunda-feira, porém, a companhia brasileira de telecomunicações não deixou claro se está se referindo à oferta de 42 reais por ação anunciada em meados de setembro pela Vivendi, em acerto feito com grandes acionistas da GVT, ou de nova proposta depois que a Telefônica se dispôs a pagar 48 reais por ação da GVT.

"A companhia informa que não possui conhecimento se a Vivendi realizará a referida oferta, ou caso alguma oferta seja realizada, quais seriam os seus termos e condições", informou a GVT.

O Conselho da Vivendi se reuniu na semana passada e havia expectativa de que fossem tomadas decisões acerca da oferta de compra da GVT. Mas o grupo francês não se pronunciou sobre o assunto até o momento.

Procurada nesta segunda-feira, em Paris, a Vivendi se recusou a comentar o assunto. Uma fonte próxima à empresa disse que o grupo francês está "reavaliando a situação".

No Brasil, as ações da GVT encerraram a última sexta-feira a 49,50 reais na Bovespa, acima, portanto, do preço oferecido pela Telefônica e embutindo expectativas do mercado de que a Vivendi poderá melhorar sua proposta pela companhia brasileira.

Às 13h31, as ações da GVT exibiam valorização de 0,61 por cento, negociadas a 49,80 reais.