Executivo sênior da IBM sai em licença após investigação

segunda-feira, 19 de outubro de 2009 14:52 BRST
 

NOVA YORK (Reuters) - A IBM colocou Robert Moffat, um executivo sênior da empresa, em licença, depois que ele foi detido por envolvimento com um esquema de transações de fundo de hedge que envolvia uso de informações privilegiadas.

Moffat, vice-presidente sênior e chefe do grupo de sistemas e tecnologia da IBM, está sendo acusado de transmitir informações privilegiadas a um fundo de hedge. Ele trabalhava para a IBM desde 1978.

"Tendo em vista a investigação federal dos Estados Unidos sobre suas atividades pessoais, Moffat foi colocado de licença, temporariamente, e não está mais exercendo suas funções executivas na IBM," disse o porta-voz da companhia, Edward Barbini.

Moffat foi acusado de transmitir informações sobre a IBM, antes que esta divulgasse seu balancete trimestral, bem como sobre a Sun Microsystems, cuja contabilidade estava sendo examinada pela IBM para uma possível aquisição. O FBI revelou que Moffat era um dos executivos envolvidos na avaliação da Sun pela IBM.

Ele também foi acusado de fornecer informações confidenciais sobre a Advanced Micro Devices, obtidas por meio de negociações comerciais entre a IBM e a empresa.

(Por Ritsuko Ando)