Lucro da Oi cai 71,2% no 3o tri, para R$64 milhões

quinta-feira, 22 de outubro de 2009 20:26 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - A operadora Oi, que concluiu no começo do ano a compra da Brasil Telecom (BrT), teve lucro de 64 milhões de reais no terceiro trimestre, ante ganho proforma de 222 milhões de reais um ano antes.

Segundo a empresa, a queda do lucro na comparação anual foi consequência de uma menor geração de caixa, prejudicada por custos não recorrentes de 290 milhões de reais relacionados à operação de telefonia móvel em São Paulo, ainda deficitária, e por consultoria para aquisição e incorporação da BrT.

Além disso, segundo o diretor financeiro da Oi, Alex Zornig, o resultado do terceiro trimestre sofreu com distorções fiscais.

"A Oi amortizava o ágio de aquisição e gerava prejuízo fiscal em uma empresa e tinha lucro tributável em outra", explicou. "Com as incorporações ao longo deste trimestre, estamos diminuindo bastante essas distorções fiscais", acrescentou o executivo a jornalistas.

Apesar da queda do lucro na comparação anual, houve melhora em relação ao segundo trimestre deste ano, já que de abril a junho o grupo de telecomunicações teve prejuízo líquido de 146 milhões de reais.

Diante disso, a Oi registrou no trimestre Ebitda --sigla em inglês para lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização-- de 2,36 bilhões de reais, queda de 8,4 por cento ante igual intervalo de 2008.

A margem Ebitda caiu de 34 por cento para 31,3 por cento.

RECEITA ESTÁVEL

A Oi teve receita líquida consolidada de 7,6 bilhões de reais no terceiro trimestre, estável em relação ao mesmo intervalo de 2008.   Continuação...