Forte 3o trimestre da Asustek aponta para dias melhores

terça-feira, 27 de outubro de 2009 09:40 BRST
 

TAIPEI (Reuters) - A Asustek, pioneira dos netbooks, anunciou lucros superiores às expectativas do mercado para o terceiro trimestre, o que reafirma o retorno da confiança dos consumidores para as compras de tecnologia e desperta expectativas de resultados igualmente fortes por parte das rivais nos próximos dias.

Foi o primeiro lucro líquido anunciado pela empresa depois de três trimestres consecutivos de prejuízo líquido ou operacional, o que leva os analistas a prever resultados igualmente fortes para os três meses em curso, durante a quente temporada de compras pré-natalinas.

"A Asustek vem ganhando mercado no segmento de laptops, e antecipo que haverá boas notícias vinda deles, em breve", disse o analista Calvin Huang, da Daiwa Securities. "As coisas devem ficar melhores, daqui por diante."

A empresa registrou lucro líquido de 6,497 bilhões de dólares de Taiwan (199 milhões de dólares) no terceiro trimestre, de acordo com anúncio feito na noite de segunda-feira, superando com folga a expectativa de mercado de 2,97 trilhões de dólares de Taiwan, conforme a Thomson Reuters I/B/E/S.

O resultado também superou o lucro líquido de 6,38 bilhões de dólares de Taiwan que ela registrou no mesmo período um ano atrás.

O faturamento caiu em mais de 14 por cento, para 67,1 bilhões de dólares de Taiwan, ante 78,3 bilhões no período um ano atrás, prejudicado pelo preço unitário em queda dos computadores, em larga medida devido à crescente popularidade dos netbooks, máquinas de baixo custo que a empresa foi a primeira a lançar, em 2007.

A Asustek não ofereceu projeções, como parte do anúncio, mas seu presidente-executivo, Jerry Shen, informou a jornalistas na semana passada que antecipa que os embarques de laptops da empresa registrem alta superior aos 30 por cento de crescimento.

O lançamento do sistema operacional Windows 7 pela Microsoft, em 22 de outubro, deve estimular ainda mais o setor, e alguns dos rivais da Asustek, como Dell e Lenovo, sugerem que isso pode ter impacto positivo sobre o setor de computadores.

(Reportagem de Kelvin Soh e Argin Chang)