Novo celular da Motorola tem tecnologia de navegação do Google

quarta-feira, 28 de outubro de 2009 18:11 BRST
 

Por Sinead Carew

NOVA YORK (Reuters) - O novo aparelho celular da Motorola, Droid, será o primeiro a usar um programa de navegação do Google, o que significa um confronto direto com as fabricantes de aparelhos GPS Garmin e TomTom.

O Droid será comercializado pela Verizon Wireless, maior operadora de telefonia celular dos Estados Unidos, no dia 6 de novembro, e a operadora afirma que será a maior campanha de marketing já vista. O celular custará 199 dólares para clientes que assinarem um contrato de serviço de dois anos, disse a Verizon Wireless nesta quarta-feira.

As ações da TomTom registraram queda de 19 por cento, ampliando suas perdas recentes depois de a fabricante de aparelhos de navegação holandesa ter dito no início do dia que a economia fraca estaria dificultando as previsões de vendas de Natal. Já as ações da Garmin caíram 12 por cento.

O Droid, que conta com um teclado semelhante ao do computador e uma nova versão do software do Google, Androis 2.0, também será concorrente do iPhone da Apple, disponível nos EUA pela operadora AT&T.

O diretor de marketing da Verizon, John Statton, disse acreditar que o Droid será um rival à altura para o iPhone, embora admita que a Apple revolucionou a indústria de smartphones.

"Temos que desmistificar a ideia de que (o iPhone) é intocável", disse Stratton a jornalistas durante o lançamento do aparelho em Nova York. "Este produto tem força para competir".

O Google informou que o software Android 2.0 incluiria um produto de navegação do Google Maps com direções em tempo real tanto para pedestres quanto para motoristas.

(Reportagem de Sinead Carew, reportagem adicional de Alexei Oreskovic)

 
<p>O smartphone da Motorola, Droid, foi lan&ccedil;ado nesta quarta-feira em Nova York. REUTERS/Brendan McDermid</p>