Nokia Siemens lança programa de corte de custo de US$1,5 bi

terça-feira, 3 de novembro de 2009 11:50 BRST
 

HELSINQUE (Reuters) - A Nokia Siemens Networks , fabricante de equipamentos para telecomunicações, lançou nesta terça-feira um novo programa de corte de custos, buscando economizar mais de 1 bilhão de euros (1,48 bilhão de dólares) para se manter competitiva no mercado.

"Apesar de ter atingido completamente as metas de economia originais da integração da Nokia Siemens Networks, mudanças na economia global e um ambiente competitivo tornam mais cortes de despesas necessários",informou a companhia em um comunicado.

Fabricantes de equipamentos de telecomunicações vem sendo atingidas fortemente pela recessão, que reduziu os gastos das operadoras, bem como pela apertada competitividade imposta nos últimos anos por chinesas como a Huawei e a ZTE.

Líder de mercado, a Ericsson exibiu resultado abaixo das expectativas no mês passado.

A NSN, uma joint-venture da Nokia e da Siemens, havia informado que pretendia cortar 500 milhões de euros em despesas anuais até o final de 2011, colocando até 5.800 dos 64 mil postos de trabalho em risco.

A empresa também disse que espera economias "substancialmente maiores" do que 500 milhões de euros ao reduzir custos de aquisição de produtos e serviços.

"Essa redução planejada deve posicionar a companhia para atender à contínua exigência dos clientes por preços competitivos."

Às 11h23 (horário de Brasília), as ações da Nokia cediam 0,57 por cento.

(Reportagem de Brett Young)