Telecom Italia mantém metas para 2009 e vende unidade

quinta-feira, 5 de novembro de 2009 16:06 BRST
 

MILÃO (Reuters) - A maior operadora de telecomunicações da Itália, Telecom Italia, manteve suas metas para o ano de 2009 após divulgar lucro menor nesta quinta-feira, e afirmou que fechou a venda de uma unidade sua apesar de o valor ser questionado por acionistas minoritários e analistas.

A endividada empresa disse ter concordado em vender sua unidade de banda larga alemã HanseNet à espanhola Telefónica, que é uma das investidoras da operadora, por 900 milhões de euros.

"Não foi o melhor valor (para a Telecom Italia), mas o impacto sobre a dívida é positivo", disse um analista de Milão, acrescentando que os resultados trimestrais da companhia superaram as expectativas.

O acionista Marco Fossati pediu que a HanseNet não fosse vendida por menos de 1,5 bilhão de euros (2,23 bilhões de dólares). A holding Findim, de sua família, detém 5 por cento da Telecom Italia.

O presidente-executivo da Telecom Italia, Franco Bernabe, que pôs em prática um plano de corte de custos e da dívida gradual para renovar a empresa, disse que a venda da HanseNet permite ao grupo que acelere a redução da dívida.

A Telecom Italia confirmou suas metas de lucratividade para 2009 e afirmou que a dívida líquida ajustada deverá cair para cerca de 34 bilhões de euros até o fim do ano, sem contar a venda da Hansenet, que será concluída no primeiro trimestre de 2010.

O lucro líquido da Telecom Italia nos primeiros nove meses caiu 33 por cento, para 1,165 bilhão de euros, com a queda da receita em 6,2 por cento, para 20,188 bilhões de euros.

(Reportagem de Danilo Masoni)