Nokia vai substituir 14 mi de carregadores produzidos na China

segunda-feira, 9 de novembro de 2009 10:16 BRST
 

Por Tarmo Virki

HELSINKI, 9 de novembro (Reuters) - A Nokia vai substituir 14 milhões de carregadores de celulares fabricados pela empresa chinesa BYD, devido ao risco do produto quebrar e expor o usuário a choque elétrico.

"Nós estamos conduzindo esse programa de troca como uma medida pró-ativa de precaução. Nós não sabemos de qualquer incidente ou injuries relacionado a esses três (modelos de) carregadores", disse o porta-voz da Nokia, Doug Dawson.

Maior fabricante de celulares do mundo, a Nokia disse que a BYD iria cobrir todos os custos da troca. O preço médio de carregadores para fabricantes de celulares é por volta de 1 dólar.

"As coberturas de plástico dos carregadores afetados podem se soltar, expondo os componentes internos do carregador e potencialmente causando risco de choque elétrico se certos componentes forem tocados enquando o carregador estiver plugado a uma tomada", disse a empresa finlandesa.

O porta-voz da BYD Jasmine Huang disse que a empresa iria emitir um comunicado sobre a substituição mais tarde.

"Durante testes internos, nós descobrimos que os carregadores poderiam ter problemas", disse Huang a Reuters.

A Nokia disse que os carregadores AC-3E e AC-3U da BYD, fabricados entre os dias 15 de junho e 9 de agosto, e os modelos AC-4U, fabricados entre 13 de abril e 25 de outubro, devem ser substituídos.

A Nokia disse que recomenda que clientes com carregadores com essas características parem de usá-los e troquem por outro de graça.