Positivo lucra 386% mais no 3o tri que 2o e tem recorde de venda

terça-feira, 10 de novembro de 2009 19:58 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - A Positivo Informática anunciou nesta terça-feira um aumento de 386,3 por cento no lucro líquido do terceiro trimestre, em comparação com o intervalo imediatamente anterior, além de volume recorde de vendas, que a empresa atribui à boa recuperação do mercado brasileiro e à maior demanda por computadores para uso doméstico.

A empresa, que é a maior fabricante de computadores do país, registrou lucro de 59,1 milhões de reais no terceiro trimestre, 4,9 por cento a mais que no mesmo período de 2008.

A Positivo anunciou ainda volume de vendas recorde de 528,5 mil PCs no trimestre, gerando uma receita bruta de 751 milhões de reais, outro recorde para a empresa.

A Positivo registrou aumento de 26 por cento na receita líquida ante o terceiro trimestre do ano passado, para 642,9 milhões de reais. Já o Ebitda foi de 65,4 milhões de reais, contra 61,3 milhões de reais registrados um ano antes. A margem Ebitda ficou em 10,2 por cento, queda de 1,8 ponto percentual na mesma base de comparação.

Os notebooks foram os principais responsáveis pelo crescimento no volume de vendas, representando 40,6 por cento das vendas de PCs no período.

Segundo afirmou a empresa em comunicado, a melhora dos resultados se deve à boa recuperação do mercado brasileiro, "principalmente pela maior demanda do produto para uso doméstico através do mercado de varejo, beneficiando-se da melhoria contínua dos principais indicadores internos de consumo, como confiança do consumidor, emprego e crédito".

"O mercado corporativo, entretanto, ainda tem apresentado um ritmo mais lento de recuperação em relação aos patamares de 2008", acrescentou.

A Positivo afirmou que espera ter ampliado a capacidade produtiva de suas fábricas de PCs em 37,5 por cento até o final do ano.

(Reportagem de Georgia Jordan)