Vendas de videogames caem em 19% em outubro nos EUA

sexta-feira, 13 de novembro de 2009 09:50 BRST
 

Por Gabriel Madway

SÃO FRANCISCO (Reuters) - As vendas de equipamento e software para videogames nos Estados Unidos caíram 19 por cento em outubro, para 1,07 bilhão de dólares, informou o grupo de pesquisa NPD na quinta-feira, o que é um número perturbador no início da temporada de vendas mais importante do ano.

No passado visto como relativamente protegidos contra preocupações econômicas, os videogames tiveram um ano difícil, e as vendas na categoria de jogos de música, antes robustas, caíram, muito; além disso, houve poucos títulos de grande sucesso para estimular os jogadores a gastar.

Os cortes de preços nos consoles domésticos tiveram baixo impacto, como indica a queda de 23 por cento nas vendas de hardware nos EUA em outubro.

"Fica claro que os consumidores ainda não estão de volta," disse Michael Pachter, analista da Wedbush Morgan. "Os jogos foram bem, mas hardware mostrou resultados surpreendentemente baixos."

O Wii, da Nintendo, retornou ao primeiro posto entre os consoles domésticos, depois de perder a posição para o Sony Playstation 3 em setembro.

O Wii vendeu 507 mil unidades nos EUA em outubro, com 321 mil para o PS3 e 250 mil para o Xbox 360, da Microsoft. A Sony informou que o PS3 foi o único console a registrar vendas superiores às do mesmo período em 2008.

Mas Reggie Fils-Aime, presidente da Nintendo of America, parecia otimista quanto aos meses restantes do ano e contestou a interpretação de que a demanda pelo Wii e pelo portátil DS está em queda.

"Nossas projeções para novembro e dezembro continuam a ser muito fortes. Vemos forte recuperação sazonal na temporada de festas, o que significa que os consumidores estão lá, e comprando," disse.

As vendas de software nos EUA caíram 18 por cento em outubro, segundo a NPD, e as de acessórios para videogames caíram 2 por cento. "Uncharted 2," da Sony, foi o título mais vendido do mês.

A categoria de música e dança continuou a ser um ponto fraco, com vendas 60 por cento inferiores às de outubro do ano passado.

 
<p>Pedro Mercado, primeiro cliente na fila para comprar uma c&oacute;pia de "Call of Duty: Modern Warfare 2", sorri ao ganhar de "brinde" um XBox 360 em loja da GameStop em Nova York.</p>