25 de Novembro de 2009 / às 12:37 / 8 anos atrás

Ascensão da Web móvel continua em outubro, diz Opera

Por Tarmo Virki

HELSINQUE (Reuters) - O tráfego mundial de dados em redes móveis continuou em alta em outubro, atingindo o mais rápido ritmo de crescimento em sete meses, informou a produtora de software para Internet Opera, nesta quarta-feira.

O tráfego de dados por meio do navegador Opera para celulares, que transfere até 90 por cento dos dados como pacotes a fim de economizar banda, aumentou em 16 por cento em outubro, com relação a setembro, informou a companhia.

Os consumidores mais familiarizados com tecnologia usam celulares para acesso móvel à Internet já há muito tempo, mas o mercado de Internet móvel começou de fato a florescer em 2007, com o lançamento do iPhone.

"As coisas começaram mesmo a decolar quando Steve Jobs se levantou e declarou que as pessoas agora poderiam carregar a Internet no bolso", disse Eric Harrell, vice-presidente de finanças da Opera.

"O iPhone abriu os olhos das operadoras de telefonia móvel quanto ao potencial de receita dos navegadores de Web, e creio que o Google tenha feito o mesmo", acrescentou.

As operadoras de telefonia móvel estão ansiosas por elevar sua receita com o boom da Internet e das redes sociais, já que o faturamento com os telefonemas de voz tradicionais está em queda, mas precisam enfrentar o problema de redes cada vez mais congestionadas.

Isso ajuda navegadores como o Opera, que usam servidores proxy para preparar pacotes de dados e transmitem volumes menores pelas redes sem fio.

"Há uma tendência rapidamente crescente no mercado em favor dos navegadores que usam servidores proxy", disse Randy Cavaiani, vice-presidente de marketing e desenvolvimento de negócios da Novarra, uma produtora de navegadores, em entrevista recente.

"Se um fabricante de celulares estiver em busca de tecnologia para adquirir, deve considerar a força do servidor", disse.

A Nokia e outros grandes fabricantes de celulares vêm se concentrando cada vez mais em desenvolver browsers próprios, mas a maioria das empresas do setor está certa de que o acordo da RIM, produtora do BlackBerry, para adquirir a Torch, uma desenvolvedora de navegadores, não será o último.

A Opera tem 39,6 milhões de usuários do browser Opera Mini que acessam a Web por meio dos servidores da empresa. Esse fluxo gera os dados de tráfego para a empresa. Segundo a companhia, esse tráfego movimentou 263 milhões de megabytes pelas operadas celulares no mundo todo no mês passado.

A Opera segue na liderança do mercado global de browsers para dispositivos móveis, controlando 26,4 por cento do mercado em novembro até agora, segundo informações da empresa de medição StatCounter. Os browsers do iPhone e da Nokia aparecem com 22,1 e 19,7 por cento, respectivamente.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below