Menos de idade é acusado atacar rede de segurança na Espanha

quinta-feira, 26 de novembro de 2009 19:41 BRST
 

MADRI (Reuters) - Um menor de idade foi acusado pela Guarda Civil espanhola de realizar um ataque cibernético que afetou mais de 75 mil computadores em vários países e de sabotar uma rede de segurança de informática.

A Guarda Civil considera que o jovem da cidade de Tenerife, autodidata em informática, seja autor do crime de danos a sistemas de informática, segundo comunicado divulgado nesta quinta-feira.

O acusado, de 16 anos de idade, lançou os ataques para mostrar a vulnerabilidade dos portais dedicados à segurança de redes, afirmou a Guarda Civil.

Segundo o comunicado, para controlar os computadores, ele postava vídeos infectados no YouTube com mensagens atraentes para que fossem baixados por internautas. O vírus também se propaga por programas amplamente utilizados como Messenger e Fotolog.

Desse modo, controlava os computadores e, a partir deles, lançava várias visitas aos sites que buscava atacar, levando seus servidores a entrarem em colapso.

Entre os sites está a página especializada em segurança de rede "www.elhacker.net", que recebeu mais de 12 milhões de visitas simultâneas em poucos minutos. O ataque levou o administrador do site a denunciá-lo, dando abertura à investigação policial.

(Reportagem de Diego Hernández)