Nokia processa fabricantes de telas e monitores

terça-feira, 1 de dezembro de 2009 09:09 BRST
 

HELSINQUE (Reuters) - A Nokia, maior fabricante mundial de celulares, afirmou nesta terça-feira que abriu na semana passada processos na Grã-Bretanha e Estados Unidos alegando que uma série de empresas de tecnologia de ponta operam cartéis para fornecimento de telas e monitores de celulares.

A Nokia informou que os processos ocorrem depois de investigações do governo nos Estados Unidos, Europa e em outras localidades, além de outros processos civis já encaminhados nos Estados Unidos. Um porta-voz preferiu não dizer o quanto a empresa está pedindo nos processos.

"O foco da Nokia são os cartéis envolvendo telas de cristal líquido (LCD) e tubos de raios catódicos (CRT) - este tendo sido adquirido pela Nokia Display Products, antiga unidade da Nokia", disse a empresa, referindo-se a uma unidade que já não existe.

Segundo a fabricante, as empresas citadas nos processos incluem a AU Optronics, Hitachi, LG, Philips, Samsung, Seiko Epson, Sharp e Toshiba.

Os porta-vozes da Samsung e LG não comentaram os processos. Uma representante da AU Optronics disse que a empresa não pode discutir o assunto porque não recebeu nenhuma notificação oficial, enquanto os porta-vozes da Seiko Epson e Sharp evitaram falar sobre o caso.