Microsoft nega falha de "tela preta da morte" no Windows 7

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009 10:49 BRST
 

SEATTLE (Reuters) - A Microsoft informou na terça-feira que não encontrou evidência de que recentes atualizações de segurança estão causando problemas no novo sistema operacional Windows 7. Os problemas estão sendo apelidados por alguns usuários de "tela preta da morte".

O problema, que fez alguns usuários verem uma tela completamente negra após iniciarem o sistema, foi identificado pela empresa britânica de segurança de software Prevx na semana passada, e recebeu grande atenção depois de ser reportado pela BBC, na terça-feira.

A Prevx alegou que as alterações no registro do sistema operacional da Microsoft -- a base de dados que armazena as configurações -- é a causa mais provável do erro, mas a Microsoft negou.

"A Microsoft investigou relatos de que suas atualizações de novembro alteraram permissões no registro que estão resultando em questões sistêmicas para alguns clientes", disse o representante da Microsoft, Christopher Budd.

"A empresa considera esses relatos imprecisos e nossa investigação mostrou que nenhuma das atualizações recentes estão relacionadas com o comportamento descrito", disse ele.

Budd acrescentou que as equipes de suporte da Microsoft não vêem a questão como um grande problema para os usuários, mas pediu que os clientes entrem em contato com a equipe de suporte para assistência gratuita em caso de problemas.

 
<p>A Microsoft informou na ter&ccedil;a-feira que n&atilde;o encontrou evid&ecirc;ncia de que recentes atualiza&ccedil;&otilde;es de seguran&ccedil;a est&atilde;o causando problemas no novo sistema operacional Windows 7. Os problemas est&atilde;o sendo apelidados por alguns usu&aacute;rios de "tela preta da morte".</p>