Estudo associa vício de Internet e autolesão em adolescentes

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009 17:13 BRST
 

SYDNEY, 4 de dezembro (Reuters Life!) - Adolescentes com vício de Internet são mais propensos a ter comportamento autolesivo, segundo um estudo conjunto feito pela China e Austrália.

Pesquisadores entrevistaram 1.618 jovens de entre 13 e 18 na província de Guangdong, na China, sobre comportamentos como bater em si mesmos, puxar o próprio cabelo, beliscar e queimar a si mesmos, ao mesmo tempo os submetendo a um teste para medir seu vício na Internet.

Vício em Internet é considerado um problema de saúde mental desde meados dos anos 1990, com sintomas semelhantes a outros vícios.

O teste revelou que cerca de 10 por cento dos estudantes entrevistados tinham vício moderado, enquanto menos de um por cento demonstraram vício grave.

Os estudantes considerados moderadamente viciados em Internet eram 2,4 vezes mais propensos a praticar a autolesão --de uma a cinco vezes nos últimos 6 meses-- do que estudantes não viciados, afirmou o doutor Lawrence Lam, da Universidade de Notre Dame, na Austrália.

Já estudantes severamente viciados eram cinco vezes mais propensos que jovens não viciados a praticar a autolesão seis ou mais vezes nos últimos 6 meses, relataram Lam e seus colegas da Universidade Sun Yat-Sen, da cidade de Guangzhou.

(Reportagem de Laura Buchholz)