Governo prorroga desoneração de PIS/Cofins para computadores

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009 13:15 BRST
 

SÃO PAULO, 9 de dezembro (Reuters) - O governo federal anunciou nesta quarta-feira uma série de medidas para impulsionar o crescimento econômico, incluindo prorrogação da desoneração de PIS/Cofins até 2014 e redução de custos na compra de computadores pela rede pública de ensino.

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou que o adiamento da desoneração do PIS/Cofins sobre as vendas de computadores no varejo vai gerar uma renúncia fiscal de 1,6 bilhão de reais em 2010.

Na BM&FBovespa, a ação da Positivo Informática, subia 1,50 por cento, cotada a 20,91 reais, acelerando alta ligeira verificada pela manhã. Enquanto isso, o Ibovespa exibia valorização de 0,3 por cento.

A redução do custo de aquisição de computadores por escolas da rede pública de ensino, com desoneração de IPI, PIS/COFINS e Imposto de Importação sobre componentes, tem uma estimativa de desoneração de 150 milhões de reais em 2010.

As medidas fazem parte de uma série de decisões do governo que incluem concessão de nova linha de crédito da União para o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) de até 80 bilhões de reais, voltada prioritariamente para infraestrutura econômica e social, bens de capital, exportações, inovação, ciência e tecnologia.