Facebook redesenha configurações de privacidade do site

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009 19:51 BRST
 

Por Alexei Oreskovic

SAN FRANCISCO (Reuters) - O Facebook, maior rede social online do mundo, deu um passo em direção à abertura de partes de seu site para não-usuários nesta quarta-feira, ao incluir novas opções de privacidade.

As mudanças devem facilitar a vida de seus mais de 350 milhões de usuários, permitindo que limitem quem pode ou não ver o que pensam, o que filmam e fotografam, além de outras informações pessoais, mas também lhes dará a oportunidade de expor um conjunto mais amplo de suas informações para o público geral de internautas.

A medida aparece no momento em que buscadores como Google e Microsoft começam a se interessar em integrar aos seus resultados de buscas esse volume cada vez maior de conteúdo gerado pelo internauta nas redes sociais. Além disso, também há a crescente concorrência do Twitter ao Facebook --as informações do primeiro são abertas ao público geral.

"Certamente, queremos atender às demandas das pessoas que queiram compartilhar informações de diversas formas diferentes", disse o vice-presidente de Comunicação Global e Políticas Públicas do Facebook, Elliot Schrage.

Schrage afirmou que usuários do Facebook serão recebidos com uma mensagem no site nesta quarta-feira que os apresentará às novas opções de privacidade e irá dirigi-los a uma nova página simplificada de suas configurações de privacidade.

As mudanças não irão alterar, de forma alguma, as políticas do Facebook sobre o tipo de informação de usuários que é compartilhado com anunciantes, afirmou Schrage.

(Por Alexei Oreskovic)