Nokia vai fechar lojas nos EUA

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009 09:52 BRST
 

Por Tarmo Virki

HELSINQUE (Reuters) - A Nokia fechará suas duas lojas nos Estados Unidos para reduzir custos em um mercado no qual a maior fabricante mundial de celulares luta para ganhar terreno.

A Nokia abriu 12 lojas em grandes cidades de todo o mundo, incluindo em São Paulo, na expectativa de copiar o sucesso das lojas da Apple que ajudaram a fabricante norte-americana de eletrônicos a construir uma imagem de marca sofisticada.

A marca da Nokia é uma das mais valorizadas do mundo, mas principalmente em função de seu forte papel nos mercados emergentes e é pouco conhecida nos Estados Unidos.

A empresa afirmou que fechará suas lojas em Nova York e Chicago como parte de reformulação de estratégia de varejo. A empresa vai se concentrar melhor na cooperação com operadoras de telecomunicação e varejistas.

"Isso confirma uma virada na estratégia de varejo da Nokia. Ela não foi capaz de reproduzir o sucesso da Apple com esse formato de loja", disse Ben Wood, diretor de pesquisa na consultoria britânica CCS Insight.

A Nokia também vai fechar uma de suas duas lojas em Londres e a loja de São Paulo. A primeira das lojas próprias da marca foi aberta em Moscou, em dezembro de 2005.

Melhorar a posição da empresa no mercado dos Estados Unidos vem sendo uma das prioridades do presidente-executivo da fabricante, Olli-Pekka Kallasvuo, desde que assumiu o posto em 2006.

Desde então, porém, a fatia da empresa no mercado norte-americano caiu para bem abaixo dos 10 por cento. No mundo, a Nokia controla quase 40 por cento do mercado de celulares.   Continuação...