AMD vê margens acima de 45% para 2011

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009 10:53 BRST
 

SAN FRANCISCO, Estados Unidos, 10 de dezembro (Reuters) - A AMD espera que suas margens fiquem acima de 45 por cento em 2011 à medida em que lança novos produtos e modifica acordos de produção, reforçando seu objetivo de voltar à lucratividade.

Falando em conferência de investidores no Barclays, o vice-presidente financeiro, Thomas Seifert, afirmou que um acordo recente com a Intel ajudará a empresa a economizar dinheiro. O acordo de licenciamento cruzado permite de forma eficiente que a fabricante de processadores terceirize mais a produção.

Analistas esperam, em média, que a AMD apresente margens de 43,1 por cento, segundo a Thomson Reuters.

Sob o acordo entre as duas maiores fabricantes mundiais de processadores firmados em novembro, a Intel concordou em pagar 1,25 bilhão de dólares à AMD para solucionar todas as disputas legais.

O acordo também abre caminho para a AMD usar mais sua afiliada de produção Globalfoundries, para a qual a Intel vinha apresentando objeções com base em que o acordo de licenciamento cruzado não poderia ser estendido a joint ventures.

A AMD atualmente tem que pagar para a Globalfoundries mesmo quando não está utilizando todos os recursos da fabricante para produção de chips.