Celulares inteligentes impulsionam ações de fabricantes da Ásia

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009 10:41 BRST
 

Por Baker Li

TAIPÉ, 11 de dezembro (Reuters) - As ações das grandes fabricantes de celulares inteligentes e de outros fornecedores de microchips e telas sensíveis a toques da Ásia vêm mostrando excelente desempenho graças ao otimismo sobre crescimento de vendas no ano que vem.

Com o aumento nas vendas de celulares inteligentes repletos de recursos, a sul-coreana Samsung Electronics, segunda maior fabricante mundial de celulares e também fornecedora de telas sensíveis a toques, registrou a maior alta de suas ações em dois meses, esta semana.

Em Taiwan, as ações da Asustek Computer, uma das grandes marcas de computadores que ingressaram no segmento de celulares inteligentes este ano, estão perto de sua mais alta cotação em um ano.

Os embarques mundiais de celulares inteligentes devem subir 20 por cento no ano que vem, um ritmo mais elevado que os 9 por cento de alta previstos para as vendas globais de computadores, de acordo com o grupo de pesquisa IDC.

"Existe uma grande oportunidade", disse Derek Lin, administrador de um fundo de 570 milhões de dólares de Taiwan (18 milhões de dólares) que cobre os mercados asiáticos para a Uni-President Asset Management, de Taiwan.

"As duas grandes da Coreia do Sul, e a HTC e fabricantes de componentes em Taiwan, devem todos se beneficiar do boom", disse o administrador de fundos, cuja carteira no momento inclui ações da Samsung e LG.

Samsung e LG recentemente reforçaram linhas de celulares inteligentes para concorrer com a Apple e a Research in Motion. Mas alguns analistas tenham dúvidas quanto à plataforma de software própria lançada pela Samsung.

Das 45 corretoras acompanhadas pela Thomson Reuters, 43 recomendam comprar ações da Samsung Electronics, que também produz chips de memória e televisores de tela plana.

Outra empresa com forte desempenho é a Mediatek, que projeta e fabrica chips. Suas ações mais que dobraram este ano, superando a alta de 67 por cento no índice TAIEX, o principal de Taiwan.