Presidente da Nokia critica desempenho de parceria com Siemens

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009 16:31 BRST
 

FRANKFURT (Reuters) - O desempenho da Nokia Siemens Networks (NSN) não é suficiente, afirmou o presidente-executivo da Nokia, parceira da Siemens na joint-venture de equipamentos de telecomunicações, a uma revista alemã.

"Na NSN, a situação de negócios não é satisfatória", disse Olli-Pekka Kallasvuo em trecho enviado por e-mail de entrevista à revista Capital que será publicada na quinta-feira.

A porta-voz da Nokia Arja Suominen afirmou que o comentário sobre o desempenho da joint-venture se refere ao terceiro trimestre.

A Nokia, maior fabricante de aparelhos celulares do mundo, mantém seu compromisso com o futuro da joint-venture.

Há menos de uma semana, Nokia e Siemens reafirmaram seu apoio à NSN em carta conjunta endereçada aos clientes da companhia, dizendo que "continuam apoiando investimentos no futuro da empresa".

A Nokia teve que registrar um encargo de 908 milhões de euros (1,34 bilhão de dólares) com a NSN no terceiro trimestre, enquanto a Siemens reduziu em 1,6 bilhão de euros o valor de sua participação na NSN no quarto trimestre fiscal.

(Por Christoph Steitz e Marilyn Gerlach em Frankfurt e Tarmo Virki em Helsinque)