Net pode ter mais 1,8 mi clientes com Internet popular

terça-feira, 22 de dezembro de 2009 15:59 BRST
 

Por Cesar Bianconi

SÃO PAULO, 22 de dezembro (Reuters) - A Net estima de 1,5 milhão a 1,8 milhão clientes potenciais para seu novo serviço de Internet rápida popular com mensalidade de 29,80 reais, fruto de uma parceria com o governo de São Paulo.

A empresa iniciará na quarta-feira a venda do produto com velocidade de 200 quilobits por segundo (Kbps) e taxa de instalação e modem gratuitos com período mínimo de contratação de 12 meses.

"É uma oportunidade da Net colocar seus produtos para uma camada menos favorecida da população", disse a jornalistas o presidente da Net, José Felix, em solenidade na Secretaria da Fazenda de São Paulo na manhã desta terça-feira.

O novo serviço da Net está enquadrado no Programa Banda Larga Popular do governo paulista. O Estado está abrindo mão do ICMS cobrado sobre o serviço de banda larga, que é de 25 por cento, no âmbito do programa.

O plano foi lançado em outubro, tendo a Telefônica como primeira parceira anunciada, com o intuito de universalizar o acesso rápido à Web no Estado. O serviço da Telefônica, porém, ainda não está disponível.

"(A Net) é a primeira adesão de fato ao Programa Banda Larga Popular", disse o secretário da Fazenda paulista, Mauro Ricardo Machado Costa. "A Telefônica entendeu que poderia oferecer serviços apenas para seus clientes. Esse não é o entendimento da Net. Não pode fazer vinculação dessa natureza. A Telefônica precisa ter o produto disponível para clientes e não clientes", afirmou o secretário.

Segundo ele, a expectativa é que em janeiro a Telefônica tenha seu produto de banda larga popular disponível.

Em nota à imprensa, a Telefônica informou que "prossegue trabalhando para viabilizar, no menor prazo possível, o lançamento do produto com as características estabelecidas pelo decreto" paulista que cria a banda larga popular.   Continuação...