China é o mercado da vez: setor de tecnologia planeja IPOs

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009 12:44 BRST
 

Por Melanie Lee e Clare Baldwin

XANGAI/NOVA YORK (Reuters) - As empresas chinesas de Internet estão planejando abrir o capital de mais subsidiárias após levantarem quase 1,5 bilhão de dólares este ano com apostas no forte interesse estrangeiro pelas oportunidades chinesas de alto crescimento.

A oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) de subsidiárias de empresas chinesas prosperou devido a operações bem-sucedidas como a realizada pela Changyou, mas questões de preço das ações e governança corporativa continuam a ser preocupações sérias para os investidores.

A Tencent Holdings, maior empresa chinesa de Internet, a NetEase.com, terceira maior operadora de jogos online do país, e a produtora de software chinesa Kingsoft podem ser candidatas importantes à criação de unidades como empresas de capital aberto, disseram analistas.

"Vejo uma manutenção da tendência, especialmente para as companhias de videogames, devido à forte concorrência no mercado, que as leva a precisar de mais recursos para competir", disse o analista Guo Chenggang, do grupo de pesquisa JLM Pacific Epoch, de Xangai.

A Tencent e a Kingsoft negaram planos de lançar ações de subsidiárias, e a NetEase preferiu não comentar o assunto.

O mercado de IPOs dos Estados Unidos esfriou um pouco depois de uma retomada por volta da metade do ano, mas estrategistas de mercado antecipam que a demanda por oportunidades na China continuará robusta, ainda que mais seletiva.

"É parecido com o final dos anos 90, quando as pessoas achavam que os IPOs eram como bilhetes de loteria premiados e ainda não recebidos. Não era verdade, mas por algum tempo as pessoas investiam em qualquer coisa", disse o estrategista de ofertas públicas iniciais no grupo de pesquisa Morningstar, Bill Buhr.

Com base no desempenho inicial das ações de alguns IPOs chineses, pode ser que um processo semelhante de raciocínio esteja em operação.

Outras empresas chinesas que fizeram IPOs de subsidiárias este ano incluem a CDC, que lançou ações da unidade de software de negócios CDC Software; a Sina, que lançou ações da China Real Estate Information; e a Shanda Interactive Entertainment, que levantou 1 bilhão de dólares com a venda de ações de sua subsidiária de jogos online Shanda Games.