Ações da Amazon.com sobem com vendas do e-book Kindle

segunda-feira, 28 de dezembro de 2009 14:46 BRST
 

NOVA YORK (Reuters) - As ações da Amazon.com avançavam nesta segunda-feira, após a empresa informar que seus clientes compraram mais livros digitais que físicos no Natal pela primeira vez na história da varejista online, graças a seu popular e-reader Kindle.

A empresa norte-americana afirmou no fim de semana que o Kindle foi o presente mais comprado na história da companhia.

Estima-se que o Kindle seja líder no mercado, em meio à crescente concorrência de dispositivos para leitura digital da Sony e da Barnes & Noble.

Às 14h45 (horário de Brasília), as ações da Amazon.com subiam 1,8 por cento, para perto de 141 dólares.

Com os e-readers figurando entre os itens mais vendidos da temporada de Natal deste ano nos Estados Unidos, o Kindle também ganhou espaço uma vez que tanto a Barnes & Noble quanto a Sony não conseguiram dar conta da forte demanda. Ambas as empresas esgotaram seus estoques do aparelho mais de um mês antes do Natal.

A Loja do Kindle conta com mais de 390 mil livros, segundo a Amazon.com. A varejista online também forneceu detalhes sobre suas vendas de Natal, informando que registrou seu maior número de vendas no dia 14 de dezembro, com mais de 9,5 milhões de encomendas feitas em todo o mundo.

Seus itens mais vendidos, além do Kindle, foram o iPod Touch, da Apple, e o videogame da Nintendo Wii Fit Plus com acessório --além do livro de Sarah Palin, "Going Rogue", e pares de jeans Levi's 501.

(Reportagem de Dhanya Skariachan)