Criador do MySQL consegue 14 mil assinaturas contra Oracle-Sun

terça-feira, 5 de janeiro de 2010 11:08 BRST
 

Por Tarmo Virki

HELSINKI/BOSTON (Reuters) - Michael Widenius, o criador do software MySQL para bancos de dados e oponente declarado da aquisição da Sun Microsystems pela Oracle em uma transação de 7 bilhões de dólares, entregou às autoridades regulatórias da União Europeia, China e Rússia uma petição com 14 mil assinaturas de pessoas que se opõem à união.

Widenius, um dos mais respeitados criadores de software de fonte aberta, deixou a Sun no ano passado a fim de criar a Monty Program Ab, uma produtora de software para bancos de dados que concorre diretamente com o MySQL.

A Comissão Europeia inicialmente havia rejeitado a aquisição da Sun pela Oracle, alegando estar preocupada com a possibilidade de que o controle da Oracle sobre os bancos de dados MySQL pudesse prejudicar a competição em seu mercado.

Mas na metade de dezembro a organização sinalizou que provavelmente liberaria a transação, depois que alguns dos maiores clientes da Oracle afirmaram acreditar que a tomada de controle não prejudicaria a competição. Desde então, a Oracle vem dizendo que espera obter aprovação incondicional da União Europeia para concluir a transação até o final de janeiro.

Widenius, que entregou a petição na segunda-feira, afirmou que ele continuaria a recolher assinaturas até que a Comissão tome uma decisão final, o que deve acontecer em 27 de janeiro.

"Nossos signatários não acreditam que a Oracle seria uma boa gestora para o MySQL", afirmou Widenius em comunicado.

Ainda assim, Beau Buffier, advogado especialista em questões antitruste no escritório Shearman & Sterling, disse que petições não têm grande peso junto à Comissão.

Ele disse que as autoridades regulatórias em geral desejam que cada pessoa que se pronuncie sobre casos pendentes ofereça detalhes específicos sobre como uma aquisição poderia afetar suas atividades específicas.   Continuação...