ESPN, Discovery, Sony e Imax lançam redes de TV em 3D

terça-feira, 5 de janeiro de 2010 17:55 BRST
 

CHICAGO (Reuters) - A ESPN e a Discovery Communications divulgaram planos nesta terça-feira de lançar emissoras de televisão em 3D, refletindo uma força crescente na indústria do entretenimento de utilizar a tecnologia em casa.

A ESPN, unidade de esportes da Walt Disney, disse que vai lançar em junho a ESPN 3D, que a empresa afirma ser a primeira emissora de televisão em 3D, e que vai transmitir um mínimo de 85 programas esportivos ao vivo durante seu primeiro ano.

A Discovery também anunciou, junto com a Sony Corp e a IMAC Corp, que lançará o que alega ser a primeira rede dedicada 24 horas por dia, sete dias por semana, em 3D nos Estados Unidos, a partir de 2011.

"Essa será uma medida significativa para incentivar a adoção de aparelhos de televisão 3D e garantir oportunidades para nossos afiliados de criarem valor através de novas ofertas de produtos, e para nossos anunciantes, que querem novas oportunidades de patrocínio", disse Sean Bratches, vice-presidente executivo de vendas e marketing da ESPN.

Já um sucesso nos cinemas, o 3D deve ganhar o mercado doméstico como a tecnologia deste ano.

A falta de programação em 3D, principalmente em esportes, vem sendo uma das maiores barreiras à adoção da TV em 3D, disseram analistas. Ter de usar óculos especiais é outra.

Além disso, esportes, talvez mais até do que filmes, é o maior atrativo para vendas ao consumidor para tecnologia de telas, incluindo televisores de tela plana.

A ESPN disse que sua primeira transmissão será em 11 de junho durante o jogo entre a África do Sul e o México pela Copa do Mundo de futebol. Outros eventos produzidos em 3D incluem 25 jogos da Copa, os Sumer X Games de esportes radicais, basquete e futebol universitários, incluindo o Campeonato Nacional BCS em Glendale, Arizona, em 10 de janeiro de 2011.

A ESPN vem testando o 3D por mais de dois anos e no ano passado transmitiu nessa tecnologia o jogo de futebol entre a Universidade da Califórnia do Sul (USC) e a Ohio State University em cinemas selecionados e no campus da USC.

(Reportagem de Ben Klayman)