Amazon vai vender Kindle maior no resto do mundo

quarta-feira, 6 de janeiro de 2010 11:16 BRST
 

Por Kate Holton

LONDRES, 6 de janeiro (Reuters) - A Amazon.com vai vender uma versão de tela maior de seu aparelho leitor de livros eletrônicos em mais de 100 países, por 489 dólares, depois de lançar a versão internacional do modelo básico do produto, no ano passado.

A Amazon, que lançou o leitor eletrônico sem fio de menor porte em outubro, anunciou que o novo Kindle DX estaria disponível para pré-encomendas a partir desta quarta-feira, e que as entregas seriam iniciadas em 19 de janeiro.

Os analistas não se deixaram convencer imediatamente pelo aparelho quando o Kindle de maior porte foi lançado, alegando que anteriormente os consumidores vinham demonstrando preferência por aparelhos cada vez menores e preocupação com a possibilidade de que o preço pudesse afastar muitos interessados, em meio à crise econômica.

Mas a Amazon, que não fornece detalhes sobre as vendas do aparelho, diz que o Kindle DX foi projetado de forma a facilitar a leitura de livros escolares e jornais, que muitas vezes precisam de mais espaço para exibirem seu conteúdo adequadamente.

O aparelho também permite que as pessoas leiam documentos pessoais e é alardeado como forma de profissionais de negócios e outros usuários escaparem à necessidade de carregar com eles uma série de papeis soltos.

"Em base mundial, os consumidores amam o modelo com tela de seis polegadas, e sabemos que nos Estados Unidos os consumidores amam o Kindle DX, com tela de 9,7 polegadas", disse Ian Freed, vice-presidente da Amazon Kindle, em entrevista telefônica à Reuters.

O Kindle DX conta com tela de 9,7 polegadas e área total de tela cerca de 2,5 vezes superior à do Kindle original. O aparelho sem fio inclui um leitor para documentos em PDF e capacidade de armazenagem para até 3,5 mil livros.

Os leitores eletrônicos, fabricados por número cada vez maior de empresas, permitem que os usuários leiam conteúdo em um aparelho do tamanho de um livro de bolso, que baixa conteúdo digitalmente. A Amazon anunciou em dezembro que o Kindle se havia tornado o presente mais comprado na história da empresa.

 
<p>Novo Kindle DX (direita) e o modelo Kindle 2 s&atilde;o exibidos no lan&ccedil;amento em Nova York.</p>