Samsung e Sony negam novo investimento conjunto em LCD

quarta-feira, 13 de janeiro de 2010 19:14 BRST
 

SEUL/TÓQUIO (Reuters) - A Samsung Electronics e sua parceira no setor de telas planas Sony desmentiram nesta quarta-feira a informação de que teriam concordado em fazer um investimento em conjunto de 3 bilhões de dólares para aumentar a capacidade de produção de LCD.

O jornal sul-coreano Donga Ilbo informou nesta quarta-feira, sem citar fontes, que as duas empresas investiriam em sua joint-venture de telas LCD, a S-LCD, para criar uma nova linha de produção de última geração.

"A informação não tem base", disse o porta-voz da Samsung James Chung. Uma porta-voz da Sony também afirmou que a notícia não era verdadeira, sem dar mais detalhes.

A Samsung, maior fabricante de telas e televisores LCD do mundo, tem colaborado com a Sony na produção de painéis, apesar de as companhias serem rivais no setor de TVs. A Sony é a segunda maior fabricante de televisores LCD, depois da Samsung.

No mais recente investimento feito na S-LCD, a joint-venture destinou cerca de 1,8 trilhão de wons (1,6 bilhão de dólares) na criação de uma nova linha de produção de telas LCD, que começou a operar no ano passado.

(Por Rhee So-eui e Kiyoshi Takenaka)

 
<p>Vendedor de uma loja de eletr&ocirc;nicos em Seoul vende televis&otilde;es da Samsung Electronics no dia 6 de outubro de 2009. A Samsung Electronics e sua parceira no setor de telas planas Sony desmentiram nesta quarta-feira a informa&ccedil;&atilde;o de que teriam concordado em fazer um investimento em conjunto de 3 bilh&otilde;es de d&oacute;lares para aumentar a capacidade de produ&ccedil;&atilde;o de LCD. REUTERS/Choi Bu-Seok</p>