Kodak diz que Apple e RIM violam patentes em câmeras de celular

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010 14:04 BRST
 

NOVA YORK, 14 de janeiro (Reuters) - A Kodak abriu processo contra a Apple e a Research in Motion afirmando que os celulares das duas empresas infringem patentes fotográficas da companhia.

As ações da Kodak disparava nesta tarde depois que a companhia anunciou que encaminhou o processo junto à Comissão Internacional de Comércio dos Estados Unidos (ITC), alegando que iPhone e BlackBerry usam indevidamente tecnologia relacionada a um método de pré-visualização de imagens.

A Kodak, que nas últimas semanas fez acordo em processos relacionados a patentes com LG e Samsung, informou que quer compensação pelo uso de sua tecnologia e que está aberta a negociar com Apple e RIM.

A companhia pede à ITC que impeça Apple e RIM de importarem equipamentos que infrinjam suas patentes, incluindo certos celulares e aparelhos de comunicação sem fio equipados com câmeras.

As ações da Kodak subiam mais de 4 por cento nesta tarde enquanto o índice Dow Jones recuava 0,02 por cento.